FANDOM






Quote1.png Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades e pouca felicidade. Quote2.png
-- Tribunal Vivo src 
Tribunal Vivo.jpg

Eu devo-lhe pedir ajuda...

O Tribunal Vivo é uma entidade cósmica humanoide extremamente poderosa que tem existido tanto tempo quanto o próprio universo. Sua função é proteger o Multiverso (a soma de todos os universos alternativos) de um desequilíbrio de forças místicas. Ele deve prevenir um universo de acumular mais poder do que qualquer um dos outros, ou de perturbar o equilíbrio cósmico de alguma forma. O Tribunal Vivo também pode agir para prevenir um desequilíbrio muito grande entre o bem e o mal dentro de um universo. Quando a questão envolve apenas um universo, o Tribunal pode deixar o julgamento final para as entidades "abstratas" do mesmo (no universo da Terra-616, Lorde Caos e Mestre Ordem). O Tribunal Vivo não possui contrapartes alternativas, sendo que existe apenas um Tribunal Vivo no Multiverso.

Se isso significa a preservação da do equilíbrio místico, o Tribunal tem o poder para destruir um planeta habitado. Ele pode transformar uma estrela em uma supernova com uma simples rajada de energia. O Tribunal Vivo se manifesta como um ser com três faces, as quais representam os três lados da personalidade do Tribunal. Sua face frontal, através da qual ele costuma falar, representa a imparcialidade, a face totalmente encapuzada em seu lado direito representa a necessidade e a face parcialmente encapuzado na sua esquerda representa a vingança. Todas as três vozes devem concordar em um caso antes que o Tribunal possa intervir.

Arquivo:There you are....jpg

O primeiro encontro conhecido do Tribunal Vivo com um ser da Terra-616 foi com o o Mago Supremo da Terra, Doutor Estranho.[2] Ele mais tarde se encontrou com Rom[3] e com o Beyonder.[4] O Tribunal selou uma Terra alternativa devastada por Korvac,[5] e se encontrou com a Fênix de uma Terra alternativa devastada pelo S'ym e a Rainha Duende.[6]

Em um futura linha do tempo ele se encontrou com o Deus Falcão e os Guardiões da Galáxia. O Tribunal Vivo e o Congresso Cósmico são responsáveis por banir o Deus Falcão do seu meio, o que inadvertidamente levou a origem de Águia Estelar e Aleta.[7]

Tribunal Vivo na Lua.jpeg

Na Lua.

Quando Adam Warlock estava em possessão da Manopla do Infinito, o Tribunal disse a Warlock que ele não poderia empunhar tanto poder, levando a criação da Guarda do Infinito.[8] Embora o Tribunal se recusou a permitir que Warlock empunhasse a Manopla, ele também se pronunciou contra a Eternidade, a qual desejava que as Joias fossem colcocadas sob sua supervisão direta.[9]

Quando o Estranho teletransportou a Terra do Novo Universo para o universo principal da Marvel, o Tribunal o selou e aprisionou a namorada de Quasar lá devido à ameaça que a Marca da Estrela representava o equilíbrio de poder.[10]

Ele também se aliou com sua contraparte mais próxima do Universo DC, o Espectro, para salvar seus respectivos universos de serem destruídos pelos ""irmãos" cósmicos.[11]

Embora de seus deveres sejam puramente de escopo cósmico, o Tribunal Vivo mantém um conclave menor de oficiais de justiça conhecidos como os Magistrati para se pronunciar sobre questões menos extremas.[12]

Uatu e Homem de Ferro encontraram o Tribunal Vivo na Lua,[13] tendo sido morto pelos Beyonders e tendo caído em todas as realidades, um pedaço dele para cada universo.[14]

Mais tarde, Adam Warlock da Terra-14209 recebeu o título e os deveres do Tribunal Vivo, tornando-se seu substituto.[15]

Poderes

O Tribunal Vivo é uma das entidades mais poderosas no multiverso.[14] Ele também afirmou que ele representa uma força que supera a Manopla do Infinito.

Nível de Força

Incalculável.

Fraquezas

Nenhuma.


Equipamento

Bastão do Poder Polar

  • O Tribunal Vivo uma vez afirmou que se ele possuísse uma quarta face oposta a da imparcialidade, ela seria o Estranho, ou que a quarta face se tornou o Estranho.[1]
    • O Estranho se irritou com essas afirmações, se recusando a estar relacionado com qualquer pessoa.[1]
  • O Tribunal Vivo pode ou não ter sido derrotado quando Thanos clamou o poder do Coração do Universo para si, e aparentemente absorveu o Tribunal Vivo, junto com a Eternidade, e o Infinito. No entanto, dado que Thanos apenas absorveu e recriou um único universo, enquanto que o resto do multiverso não sofreu efeitos de suas ações, é provável que fosse apenas uma Manifestação de Corpo/fraco avatar do Tribunal.[16]
    • Essa interpretação foi validada pelo editor executivo da Marvel, Tom Brevoort, o qual afirmou que como todas as séries "O Fim", a história não foi planejada para ter efeitos quaisquer sobre a continuidade, e se tivesse, a Morte teria sido feita absoluta novamente, o que não aconteceu. Então, todo o evento também pode ter ocorrido como uma "história imaginária" completamente fora da continuidade multiversal da Marvel.[17][18][19]
  • Outras ocasiões do que parecia ser um avatar sendo incapaz de derrotar entidades muito mais fracas do que o verdadeiro Tribunal foram os encontros com Galactus da Terra-982[20] e Korvac da Terra-82432.[5]

Explore e Discuta

Notas de Rodapé

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória