FANDOM






Quote1 Você tem mais poder do que possa imaginar Jean. A questão é, você irá controlar esse poder ou irá deixá-lo a controlar? Quote2
-- Charles Xavier fonte 
Arquivo:Jean Grey X-Men (film) 005.jpg

Infância

A filha de John e Elaine Grey, Jean Grey possuía poderes e habilidades mutantes que foram estavam além de todas as limitações conhecidas desde sua infância.[2]

Ela foi visitada por Erik Lehnsherr e Charles Xavier, ambos querendo ensinar a ela o uso de seus poderes para seus respectivos objetivos.[2]

Temendo que Jean pudesse não controlar seus vastos poderes psíquicos, Charles Xavier colocou bloqueadores psíquicos em torno de seu subconsciente para manter as habilidades de Jean sob controle. Como resultado, enquanto crescia, Jean desenvolveu uma dupla personalidade - uma sendo sua personalidade normal e a outra o seu lado muito mais forte, poderoso e desinibido que se chamava de Força Fênix, a qual surgia quando ela estava com raiva ou furiosa. Jean Grey ainda conseguiu desenvolver fortes habilidades telepáticas, empáticas e telecinéticas, apesar dos bloqueios.[2]

X-Man

Jean Grey se tornou uma X-Man, e serviu como uma médica na Escola Xavier para Jovens Superdotados. Ela estava em um relacionamento de longo prazo com Ciclope. Um triângulo amoroso mais tarde se desenvolveu entre ela, Ciclope e o Wolverine.[3]

Quando Mística sabotou o Cérebro, colocando assim Xavier em estado de coma, foi Jean quem reparou e posteriormente usou o dispositivo para localizar Magneto. No entanto, foi demonstrado que o imenso esforço superou suas habilidades telepáticas nascentes e danificou os blocos psíquicos criados por Xavier para conter "A Fênix", embora ela se recuperou a tempo de se juntar à equipe de resgate em sua jornada para impedir de Magneto. Ela lutou contra o Groxo na Ilha da Liberdade, apenas para ter seu rosto coberto por uma camada de lodo. Ela fazia parte da equipe enviada para resgatar Vampira na Ilha da Liberdade, a qual estava sendo usada por Magneto como um meio para usar o Dispositivo de Mutação para mutar os líderes da ONU. Enquanto estava lá, a fonte de energia do Dispositivo de Mutação de alguma forma acionou seus sentidos, sendo que ela sentiu algo estranho dentro dela começando a se erguer.[3]

Arquivo:Jean Grey X2 (film).jpg

Ascensão da Fênix

Jean ficou preocupado com seus frequentes pesadelos e dores de cabeça. Seus poderes e habilidades estavam constantemente ficando mais fortes, tornando-se cada vez mais irregular e difícil de os controlar. Após o ataque ao presidente dos Estados Unidos, Jean acompanhou Tempestade até Boston para rastrear Noturno e usou sua telecinese para imobilizá-lo no ar e o impedir de fugir. Jean começou a exibir habilidades e poderes similares aos da Fênix, como quando ela usou sua telecinese altamente avançada para desviar os mísseis disparados contra os X-Men quando tentava escapar da Força Aérea dos Estados Unidos. Seus olhos brilhavam como fogo, enquanto ela destruía um míssil. No entanto, o esforço a deixou esgotada e incapaz de destruir o segundo míssil. Após sua reunião com Magneto, Jean foi capaz de digitalizar seletivamente a memória do Noturno para acessar sua lembrança da base de William Stryker. Em outro incidente, enquanto lutava com Ciclope (que estava sob o controle de William Stryker), ela foi capaz de se proteger telecineticamente da rajada ótica de Ciclope antes de a dispersar a energia, fazendo com que ela destruísse a integridade estrutural de uma barragem.[4]

Quote1 Eu sinto Muito. Esta é a única maneira... Adeus Quote2
--Jean Grey[fonte]

Após a destruição no Lago Alkali, Jean se sacrificou para salvar seus companheiros de equipe da barragem rompida. Suas habilidades sobre-humanas haviam atingido o seu potencial máximo enquanto ela enviava o Jato X inoperante para longe distância, telepaticamente cancelando os poderes de teletransporte de Noturno para impedi-lo de resgatá-la, já que ela havia momentaneamente retido as ondas que, eventualmente, afogaram seu corpo mortal. Nesse ponto, Jean foi engolida pelo fogo enquanto ela fechava os olhos e deixava que a água caísse sobre ela. Mais tarde, era possível vislumbrar uma forma da Fênix brilhando sob a superfície do Lago Alkali.[4][5]

Arquivo:Jean Grey X-men Last Stand 002.jpg

A Saga da Fênix

A aparente morte de Jean afetou severamente Ciclope, o qual tinha pesadelos frequentes dela. Ele retornou ao Lago Alkali, onde, atormentado por imagens telepáticas vívidas de seus momentos finais, ele furiosamente lançou toda a força de suas rajadas óticas nas águas, só para fazer com que Jean Grey se erguesse de um poderoso redemoinho de água, ainda viva. Eles começaram a se beijar e ela insistiu que ele retire-se seus óculos, já que ela era capaz de controlar seus poderes sobre-humanos, telecineticamente contendo a força de sua rajada óptica, mas ela então aparentemente o matou por o atomizar com sua nova telecinese aprimorada.[2]

Xavier no entanto sentiu o poder psíquico e rapidamente ordenou que os X-men voltassem ao Lago Alkali. Após a chegada de Tempestade e Wolverine, eles encontraram Jean no meio de uma série de rochas levitando na costa, bem como o óculos de quartzo-rubi do Ciclope. Inconsciente, ela foi levada de volta para a mansão por seus antigos colegas. De volta à mansão, Xavier explicou como ele havia construído barreiras psíquicas dentro da mente dela quando criança para restringir seus poderes mutantes de classe 5 e como isso resultou na criação de uma personalidade perigosa. Logo após uma tentativa fracassada de Xavier de reconstruir os bloqueios telepáticos, Jean acordou com seu alter-ego agressivo no controle. Após a menção de Scott Logan, Jean começou a desmoronar, causando caos telecinético, antes de jogar o Wolverine do outro lado da sala e atravessar as portas de aço. Callisto, a nova assistente de Magneto, sentiu a assinatura de energia sem precedentes de Jean e lhe informou de sua localização e da imensidão de seus poderes. Xavier também usou seus poderes psíquicos para localizá-la em sua casa de infância e declarou que podia ser tarde demais para salvá-la. Na casa dela, Xavier tentou tranquilizar a perturbada e frágil Jean, mas seus esforços foram destruídos pelas provocações contínuas de Magneto sobre sua raiva e alusões à forma como Xavier realmente desejava controlá-la. Os poderes da Fênix Negra de Jean começaram a se manifestar e sua sanidade frágil quebrou, enquanto Xavier desesperadamente tentava entrar em sua mente. Por último, Xavier a comover sobre o perigo que ela representa para si mesma e aos outros, a lembrando de como ela havia matado o homem que amava por causa de sua incapacidade de controlar seus próprios poderes. Isto teve o efeito oposto, fazendo com que Jean desmoronasse completamente, usando sua recém-reforçada telecinese para atacar Xavier. Depois de uma luta telepática, durante a qual ela levitou todo o edifício, ela desintegrou Xavier e se juntou a Irmandade de Mutantes de Magneto.[2]

Na base temporária de operações de Magneto, ele tentou ganhar sua lealdade elogiando suas habilidades e a chamando de "a próxima fase da evolução". No entanto, a personalidade volátil da Fênix começou a se manifestar mais uma vez e telecineticamente desmanchou uma arma de plástico contendo a cura mutante, antes de dirigir as seringas para o rosto dele, zombando de Magneto. No entanto, Magneto, o qual estava em pânico, foi capaz de acalmá-la e dissuadi-la antes de afirmar a necessidade dos mutantes em lutarem para alcançarem a sua legítima liberdade. Mais tarde, Callisto tentou persuadir Erik do perigo da presença de Jean, afirmando que seu poder era "completamente instável". Ele desconsiderou os medos dela, acreditando que seu valor como uma arma excedia em muito qualquer risco.

Após atacar a Ilha de Alcatraz, Jean inicialmente se absteve de entrar na briga dos X-Men ou da Irmandade. Foi só quando um grupo de soldados dispararam dezenas de seringas de cura que ela, em sua forma de Fênix, desencadeou sua Fúria Apocalíptica e destruiu grande parte dos Laboratórios Worthington, o Jato X, e matou vários mutantes e humanos ao longo do caminho . Wolverine era o único que poderia impedi-la, devido ao seu fator de cura. Ele conseguiu alcançar Jean, a qual queimou a pele dele várias vezes, mas ela consegiu recuperar o controle por tempo o suficiente para implorar a ele para a impedir de causar mais danos. Wolverine expressou seu amor por Jean, e depois a perfurou com suas garras, matando Jean e a Fênix sedenta por poder.[2]

Jean Grey and James Howlett (Earth-10005) from X-Men The Last Stand 0001

Wolverine matando Jean Grey

Quote1 Me salve. Quote2
--As últimas palavras de Jean Grey[fonte]

Sua lápide foi colocada ao lado das de Ciclope e Xavier.[2]

Nos Pensamentos de Logan

Por sete anos, Jean apareceu para Logan em sonho ou alucinação em uma cama com ele, normalmente fazendo-o se sentir culpado pelo papel que teve em sua morte e por todas as mortes que ele havia causado em geral. No entanto, a última alucinação ocorreu quando Logan estava à beira da morte. Ela pediu a Logan para ficar com ela, ao que ele respondeu que não poderia. Após ele recurar, Jean andou em direção a uma luz branca.[6]

Poderes

Quote1 Jean Grey é a única mutante de Classe 5 que eu já encontrei; seu potencial é praticamente ilimitado. Sua mutação está guardada na parte inconsciente de sua mente e aí reside o perigo. Quote2
--Charles Xavier[fonte]
Jean grey m-day

A Fênix usando uma poderosa rajada psíquica

Jean Grey era uma mutante de Classe Cinco[7] com habilidades telepáticas, empáticas, e telecinéticas poderosas e potencialmente ilimitadas. No auge de seu potencial, Erik Lehnsherr se referiu a ela como "o próximo estágio da evolução". No início de sua vida, seus vastos poderes psíquicos foram reprimidos pelos "bloqueios" mentais de Charles Xavier, os quais restringiam suas habilidades para telecinese e telepatia limitados. No entanto, com a destruição inicial das barreiras psíquicas, seus poderes mutantes começaram a incendiar esporadicamente. Com a destruição completa das barreiras, o poder de Jean foi restaurado à sua plena potência. No entanto, embora como Fênix ela tenha sido capaz de utilizar um vasto poder telecinético e telepático, é questionável, devido à natureza puramente instintiva da personalidade Fênix, se ela tinha total controle sobre seus poderes. Isto foi destacado por Xavier e a senso de poder mutante Callisto, a qual afirmou que o poder de Jean era "completamente instável".

Arquivo:3636.jpg

Telepatia: Jean pode ler as mentes dos outros, uma habilidade que ela aparentemente usava eficientemente quando criança. Suas habilidades telepáticas eram inicialmente de baixo nível por conta dos blocos psíquicos de Xavier, mas, após o Incidente da Ilha da Liberdade, a sua telepatia começou a aumentar exponencialmente. No entanto, deve notar-se que, apesar de seus poderes limitados, ela foi capaz de usar com sucesso o Cérebro para identificar a localização de Magneto. Em X-Men 2 ela observou que, embora sua sensibilidade telepática havia aumentado, seu controle era limitado. No entanto, ela demonstrou um melhor controle sobre sua telepatia melhorada ao sentir a presença de Ciclope e digitalizar as memórias de Noturno, bem como cancelar seu poder de teletransporte. Como "Fênix", ela possuía um poder telepático inigualável, poderoso o suficiente para bloquear e oprimir o poderoso telepata Charles Xavier.

  • Leitura de Memória: Ela podia ler as memórias de outros e essa habilidade possivelmente desencadeou os pesadelos de Logan.
  • Leitura de Pensamentos: Ela podia "ouvir" os pensamentos de outros ao seu redor.
  • Comunicação Mental
  • Rajadas Psíquicas: Ela podia criar rajadas telepáticas que podiam induzir dor, nocautear uma pessoa ou as matar.
Arquivo:Jean Grey in X2.jpg

Telecinese: Jean Grey podia mover objetos com a mente, os levitar, controlar a sua estrutura molecular, os desintegrar e gerar calor e luz. Desde a infância, Jean demonstrou habilidades telecinéticas incomparáveis por levitar, sem esforço nenhum, um cortador de grama, um jato de água e vários carros simultaneamente. Como adulta, assim com era inicialmente o caso com sua telepatia, a telecinese de Jean foi limitada à levitação ou movimento de objetos relativamente pequenos, o que ainda necessitava concentração. Após os acontecimentos da Ilha da Liberdade, Jean demonstrou uma comando muito maior sobre sua telecinese aumentada, bem como feitos telecinéticos altamente avançados, tais como desviar um míssil, bem como dispersar a energia das rajadas óticas de Ciclope em uma onda destrutiva. Como Fênix, o poder telecinético de Jean aumentou dramaticamente, permitindo que ela levitasse uma casa sem nenhum esforço visível. Além disso, a Fênix demonstrou grande habilidade com sua telecinese, desmanchando uma arma e rasgando um conjunto de portas de aço reforçadas de suas dobradiças.

Nível de Força

Jean Grey possui a força de uma mulher humana normal que prática exercícios regulares moderado. No entanto, como Fênix, ela pode telecineticamente levantar uma quantidade potencialmente ilimitada de peso.

Fraquezas

Inicialmente, o poder limitado de Jean a tornava vulnerável a uma variedade de adversários habilidosos e/ou poderosos.

Como "Fênix", sua principal vulnerabilidade era que se ela se tornasse emocionalmente instável, ela iria perder o controle de seus poderes. No entanto, é necessário reconhecer que a destruição movida a raiva que se seguia, a tornava ainda mais perigosa para os outros neste estado. O fator de cura do Wolverine provou ser capaz de resistir a seu ataque telecinético através da regeneração acelerada constante do tecido perdido.


Equipamento

O traje de X-Men de Jean é feito de couro.

Transporte

Anteriormente o Pássaro Negro

Explore e Discuta

Notas de Rodapé

  1. Página de Famke Janssen no Flixster
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 2,5 2,6 X-Men: O Confronto Final
  3. 3,0 3,1 X-Men: O Filme (Filme)
  4. 4,0 4,1 X-Men 2 (Filme)
  5. No final de X-Men 2 , uma ave Fênix é vista brilhando por baixo do lago, onde Jean aparentemente morreu, enquanto ela narra uma explicação da evolução para o público.
  6. Wolverine: Imortal (Filme)
  7. Afirmado por Callisto e Charles Xavier em X-Men: O Confronto Final
Predefinição:X-Men